Tipos de Drogas

Tipos de Drogas

Álcool

Sensações provocadas pelo álcool:

Pela sua ação depressora sobre os centros inibitórios do cérebro, o álcool é um desinibidor por excelência. Algumas pessoas relatam que, quando bebem têm a sensação de que são mais cultas, inteligentes, simpáticas, bonitas, ricas e sensuais, uma ou várias sensações combinadas. Se a pessoa tem tendência para desenvolver alcoolismo, sem perceber, passará a buscar mais vezes essas sensações.

Danos causados pelo álcool:

O álcool é a mais consumida de todas as drogas. Atinge todos os tecidos do organismo e provoca 350 desordens físicas e psíquicas. O desenvolvimento da doença é lento, quando comparado com as outras drogas. Nos estágios iniciais, as perdas são mais sutis e não são associadas ao consumo de bebidas, que aparenta ser social. Normalmente se restringem a comprometimento dos mecanismos de aprendizado, como a percepção, memória, atenção e capacidade de concentração, com queda do aproveitamento escolar, e a alterações de comportamento que podem ser entendidas como coisas da juventude. As perdas, assim como com as outras drogas, vão se intensificando com a evolução das fases e comprometem o relacionamento familiar e a atividade escolar ou profissional. Surgem os problemas financeiros, clínicos, psicológicos, psiquiátricos, sociais, morais e legais.

Crack

Sensações provocadas pelo crack:

Por atingir o cérebro em questão de segundos, provoca as alterações bioquímicas e os efeitos da cocaína mais rapidamente. O nome "crack" surgiu do som que é produzido quando a pedra de coca está sendo queimada. A cocaína fumável surgiu na Colômbia, no final da década de 70, quando os usuários começaram a fumar o bazuco, isto é, os restos do refino, que contêm substâncias corrosivas, como ácido sulfúrico e acetona. Depois, a pasta de cocaína começou ser fumada misturada com maconha, nos EUA e na Amazônia. Mais tarde começaram a ser produzidas as pedras de crack, um precipitado de cocaína com bicarbonato aquecidos em água. A droga é introduzida no organismo através da absorção em toda a mucosa respiratória, fumada com tabaco ou cachimbos improvisados com caneta esferográfica, embalagens de produtos alimentícios, isqueiros de plástico, etc. Ao se fumar uma pedra de crack, a cocaína se volatiliza e entra no organismo sob a forma de vapor, ganhando a circulação sanguínea. Quando a cocaína é introduzida no organismo através da mucosa do nariz, sua absorção se faz por uma superfície de 2 ou 3 centímetros quadrados. Sendo a mucosa do aparelho respiratório muito mais extensa que a mucosa nasal, a absorção é muito rápida e uma grande quantidade de droga atinge o cérebro em questão de segundos, como ocorre no uso por injeção endovenosa, e o usuário fica dependente mais rapidamente. Além disso, são mais frequentes as overdoses. A cocaína fumada, o crack, assim como a injetada, é muito mais potente que a cocaína aspirada, atingindo o máximo em 15 segundos, enquanto a aspirada leva cerca de 15 minutos, além de desaparecer mais rápido, deixando uma forte vontade de usar mais, fazendo com que uma pessoa fique até vários dias seguidos usando a droga.

Danos causados pelo crack:

O crack provoca os mesmos danos que a cocaína aspirada, porém, devido ao seu avassalador poder desestruturador da personalidade, age em prazo muito curto e em maior intensidade. Insônia, agitação psicomotora, agressividade, emagrecimento, perda da autocrítica e da moral, dificuldades para estabelecer relações afetivas, psicoses, comportamento excessivamente antissocial marginalidade e prostituição. Lesões do tacto respiratório.

Cocaína

Sensações provocadas pela cocaína:

A cocaína provoca excitação psíquica, e o usuário tem a sensação de que é forte, poderoso, invulnerável, influente e importante, de que pode tudo. Depois de algum tempo de uso, começa a achar que está sendo perseguido e espionado.

Danos causados pela cocaína:

A cocaína é um poderoso psico-estimulante. Provoca insônia, excitação psico motora constante, acentuada perda de autocrítica e agressividade. Quando injetada ou fumada, as consequências psicológicas são mais acentuadas. A cocaína é uma substância vasoconstritora e, frequentemente, causa problemas arteriais e venosos, como tromboses. O mais comum é a necrose de tecidos do septo nasal e do palato, devido à vasoconstrição local, formando uma cavidade única no nariz. Às vezes, nariz e boca formam uma só cavidade. A overdose provoca convulsões, coma e morte.

Ecstasy

A droga foi sintetizada pela Merck alemã no início do século e foi usada como moderador de apetite durante várias décadas. Chegou recentemente ao Brasil, quando já estava proibida nos EUA, por causar forte dependência. É uma associação de anfetamina, LSD e cafeína, MetileneDioxiMetAnfetamina (MDMA).

Sensações provocadas pelo ecstasy:

É usado em discotecas, e a sensação descrita pelos usuários é de que a droga é estimulante e afrodisíaca, causa erotização e provoca alucinações. Eles se sentem leves, soltos e dispostos a dançar a noite toda.

Danos causados pelo ecstasy:

Provoca aumento da temperatura, que pode chegar a 42 graus, com abundante sudorese, que provoca distúrbios hídricos e minerais e necessidade de ingerir líquidos. São frequentes os casos de morte. Diminui a potência sexual no homem.

Inalantes

Sensações provocadas pelos inalantes:

O usuário sente euforia em cerca de 30 minutos, excitação psíquica, aumento da coragem e hilaridade.

Danos causados pelos inalantes:

O uso contínuo pode levar à intoxicação grave, arritmias, morte por parada cardíaca, e sintomas como zumbido nos ouvidos, irritação ocular, visão dupla, espirros, tosse, vômitos, diarreia, lesões neurológicas e queda das condições intelectuais.

LSD

Sensações provocadas pelo LSD:

LSD (Lyserg Sarue Diethylamid) provoca alucinações. As alterações da percepção ocorrem nos níveis visual, auditivo, gustativo e táctil. As alucinações visuais podem ter as cores e formas psicodélicas.

Danos causados pelos alucinógenos:

Reações de pânico com sensação de deformação do corpo e de objetos. As alucinações manifestas durante a "viagem" podem se repetir em fragmentos até anos após o experimento: são os chamados "flash backs". As alucinações podem perdurar durante semanas, num quadro similar ao psicótico. Pode ocorrer distúrbio psicótico crônico.

Maconha / Haxixe

Sensações provocadas pela maconha / haxixe:

A maconha tem um efeito relaxante, causando uma sensação de liberdade total. Provoca uma sensação de falsa sabedoria, dando a impressão de que só o usuário e sua turma sabem sobre todas as coisas do mundo. Pode gerar euforia e hilaridade, fazendo com que se ache qualquer coisa engraçada e além de perda do sentido de tempo, despersonalização e pânico. (OMS, 1997).

Danos provocados pela maconha / haxixe:

Estudos em animais mostraram alterações morfológicas nas sinapses, além de perda neuronal no hipocampo. É a droga mais desmotivam-te que existe, e o usuário não consegue assistir às aulas, trabalhar ou levantar da cama, ficando "desencanado". Provoca um déficit na atenção auditiva, isto é, tem-se a impressão de que o usuário ouve mas não ouve. Compromete as funções necessárias ao aprendizado, como a percepção, memória, atenção, capacidade de concentração e os processos associativos, com danos sutis à organização e integração de informação complexa. Pode provocar surtos psicóticos e aumento do risco de acidentes. Também provoca diminuição do apetite sexual (que às vezes é substituído pela droga sem que o usuário perceba) e esterilidade temporária. Danos na traqueia e brônquios. (OMS, 1997).

Centro Terapêutico Emannuel

"Resgatando e Transformando Vidas"